Blog Posts Business Management

O Otimizador Básico

Blog: Ortec Blog

Se eu tivesse que destacar uma funcionalidade principal de qualquer software que lida com transportes, esta seria o Otimizador Básico. Essa funcionalidade, em sua maior parte, existe para resolver o desafio da roteirização de veículo, que é o desafio de visitar os clientes por veículos.

Em linhas gerais, o objetivo deste Otimizador Básico é calcular entregas ou rotas de coleta de baixo custo, geralmente de um depósito ou da casa do motorista para clientes que possuem restrições. Isso pode ser qualquer coisa desde janelas de tempo de entrega e tipo de caminhão até preferência do motorista por um lado da estrada, quantidade para carregar e descarregar, entre outros. Este otimizador é aplicado em diversas situações como FTL, Drop, Distribuição, Coleta, Inspeção… você escolhe, ele consegue otimizar!

Os primeiros algoritmos tiveram início nos anos cinquenta, cerca de dez anos depois, Clarke e Wright propuseram um algoritmo VRP conhecido como o Método das Economias. Este famoso algoritmo é baseado no cálculo de economias ao servir dois clientes na mesma rota ao invés de duas rotas separadas. É a primeira de muitas técnicas utilizadas nos algoritmos básicos. Como mencionado no primeiro artigo da série, com a ascensão do desktop, esses algoritmos deixaram de ser utilizados por consultores para aprimorar negócios uma vez ao ano e passaram a ser de uso operacional diário.

Com o tempo, além de distribuição, outros algoritmos foram desenvolvidos com isso como base para incluir cenários de coleta, drop, multi-viagem, multi-depóstio e de transferência. Hoje, os métodos da solução consideram todos os tipos de aspectos da vida real, como janelas de tempo, congestionamento do trânsito, compartimentos e características que mudam dinamicamente com o tempo, como informação de demanda na distribuição de gás. Isso gera uma complexidade adicional e, por isso, terá seu próprio artigo nesta série.

Lidar com essa questão resultou em algoritmos avançados, utilizando a famosa metaheurística, que é o próximo nível de técnicas utilizadas para resolver o desafio e será discutido em um outro artigo. Hoje, todo VRS/TMS deve possuir o algoritmo básico bem utilizado, definido e implementado. Isso necessita de atenção especial, porque há diversos níveis de qualidade e uma diversidade de restrições que tornam determinados otimizadores melhores para o seu negócio do que outros.

O primeiro desafio para encontrar o otimizador perfeito são as restrições. Ele pode lidar com compartimentos, janelas de tempo por tipo de produto, restrições de eixo, sequência de picking, restrições da estrada por segurança e outras diversas restrições?

A outra questão é a velocidade do algoritmo, se ele se encaixa no seu processo de negócios. É também altamente importante ele conseguir otimizar para o seu KPI, $/ton ou custo ou CO2 total ou até o nível de serviço e a confiabilidade.

O que está por vir?

Nas últimas décadas, houve diversas inovações como sistemas de GPS e a computação paralela e em nuvem. Estas permitem levar em consideração informações em tempo real, bem como novas técnicas altamente escaláveis para resolver o VRP (Vehicle Routing Problem).

Estas inovações também geram a habilidade de resolver problemas de larga escala e resultarão em soluções mais precisas. Elas já aprimoraram as soluções e continuarão o fazendo e, em breve, os algoritmos resolverão problemas em tempo real com dados em tempo real novamente para as indústrias relevantes, como ambulâncias e coleta de transporte de dinheiro, por exemplo. Isso também torna a ideia de possuir mega algorítmos genéricos com melhorias constantes na nuvem e com implementações específicas para o cliente acessando esta nuvem uma realidade em alguns anos.

Conclusão

Os métodos para resolver VRPs eficientemente se desenvolveram grandiosamente nos últimos cinquenta anos, considerando restrições da vida real e lidando com uma escala crescente de problemas para resolver. Eles são uma parte essencial de qualquer solução logística e precisam de um entendimento satisfatório dos seus negócios no lado do fornecedor para implementar. Com GPS em tempo real da computação em nuvem, muitas soluções se tornarão mais genéricas e mais específicas para o cliente ao mesmo tempo, gerando mais acesso aos negócios para a melhor solução para eles.

The post O Otimizador Básico appeared first on This Complex World.

Leave a Comment

Get the BPI Web Feed

Using the HTML code below, you can display this Business Process Incubator page content with the current filter and sorting inside your web site for FREE.

Copy/Paste this code in your website html code:

<iframe src="https://www.businessprocessincubator.com/content/o-otimizador-basico/?feed=html" frameborder="0" scrolling="auto" width="100%" height="700">

Customizing your BPI Web Feed

You can click on the Get the BPI Web Feed link on any of our page to create the best possible feed for your site. Here are a few tips to customize your BPI Web Feed.

Customizing the Content Filter
On any page, you can add filter criteria using the MORE FILTERS interface:

Customizing the Content Filter

Customizing the Content Sorting
Clicking on the sorting options will also change the way your BPI Web Feed will be ordered on your site:

Get the BPI Web Feed

Some integration examples

BPMN.org

XPDL.org

×